Economia

O Termalismo juntamente com o turismo de montanha e a pesca da truta são referências agradáveis da Freguesia. São estas as actividades a que os Habitantes de Unhais da Serra dão mais importância.

A população dedica-se à actividade industrial, com realce para o fabrico de lanifícios. Este ofício surgiu em Unhais da Serra no século XIX mais especificamente no início dos anos 60.

As primeiras fábricas a ser instaladas utilizavam a água como força motriz sendo designados por engenhos.

A visão futurista do Padre Alfredo Marques dos Santos marcou decisivamente a história de Unhais da Serra: o aproveitamento hidroeléctrico de várias ribeiras, construção de barragens e iniciativas industriais têm a sua assinatura.

O projecto do teleférico que ligaria a Vila de Unhais à Torre, infelizmente, não passou do papel.

Neste contexto, a 25 de Abril de 1930 foi fundado pelo mesmo «A Penteadora», uma unidade fabril completa e moderna, a laborar com cerca de 500 trabalhadores.

Para a economia local contribui também a panificação, a produção de energia eléctrica,  a carpintaria e a construção civil.